sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Canadá - A noite de Toronto



Como é difícil falar de Toronto... Gostei tanto que fico pensando se não estou esquecendo de falar de algum problema, mas tirando o frio, o vento gelado e a comida, não consigo lembrar E durante a noite, não faltam opções!
São diversos pubs espalhados pela cidade, o Hard Rock em frente ao Eaton Centre, baladas canadenses, latinas e até a brasileira Maná.
Eu simplesmente adorei a noite de Toronto.
As baladas canadenses, ou melhor, as canadenses nas baladas são um pouco exageradamente, bom... Digamos que as suas roupas e sua forma de dançar são bem “intensas” para não dizer outra coisa!!! Mas os lugares são incríveis.


            Um lugar que conheci na primeira semana e não deixei de ir até a última foi a Momentos. Balada de música latina com muita salsa, merengue e reggaeton. E como fiz amizade com os mexicanos da escola, o fato de eu nunca ter dançado salsa não foi um problema. Primeiramente por que todo mundo acha que brasileiro sabe dançar todos os ritmos do mundo, mas depois dos primeiros passos, não consegui mais parar de girar na pista rs.



            Visitei também a Maná, uma balada brasileira. O lugar era divertido, principalmente pq entraram umas mulatas sambando. Nem preciso comentar como foi engraçado os gringos “tentando dançar”.
Acho que o DJ só precisava manter o repertório mais atualizado.



Nunca tive problema em voltar dos lugares a noite. Claro que não ficava de bobeira na rua, mas sempre me senti muito segura em Toronto.
O horário das baladas também é bem diferente do Brasil, tudo começa cedo. Entre às 21h e 22h já tinha bastante gente nas pistas. Bebidas alcoólicas só podiam ser vendidas até às 2h da manhã. Talvez isso explique.
Sempre voltei de metrô e ônibus para a minha homestay, basta ficar atento ao horário das linhas em sua região. Para a minha casa havia o Blue Nigth, que é um ônibus que funciona 24h, porém com um intervalo maior de tempo entre um e outro.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário